Led Zeppelin conquista certificações de Platina para CD e DVD ao vivo

Padrão
Divulgação

Divulgação

Marcelo de Assis, da redação

O memorável revival do Led Zeppelin ocorrido no dia 10 de dezembro de 2007 no O2 Arena e que foi registrado no CD e DVD Celebration Day confirmou a expectativa de grandes vendas no Brasil: o referido álbum conquistou uma Certificação de Platina, para cada uma das gravações, o que corresponde às vendas de 40 mil unidades para o CD e de 50 mil unidades para o DVD.

Com um repertório recheado de seus grandes sucessos, o Led Zeppelin subiu ao palco do O2 Arena em Londres para comemorar a carreira de um dos maiores executivos do mercado fonográfico de todos os tempos, o turco Ahmet Ertegun (1923-2006), fundador da Atlantic Records que durante toda a sua trajetória profissional foi um visionário e descobriu grandes talentos como Ray Charles, Aretha Franklin, Eric Clapton, Phil Collins, Frank Zappa e acreditou no exímio talento dos rapazes do Led Zeppelin.

Mesmo com a utilização de 16 câmeras de última geração e com um público em pleno delírio, houve o receio de que o registro de Celebration Day jamais fosse comercializado.

Mas no dia 9 de setembro de 2012, a banda deu pistas de que realizaria a vontade de seus fãs e dois dias depois, veio o anúncio que todos esperavam: o show seria lançado em CD e DVD além de uma exibição nos cinemas em outubro daquele ano.

OPB Led

Led Zeppelin
Celebration Day

Certificação de Platina em
3 de abril de 2013 pela ABPD (Brasil)

Lançamento: 19 de novembro de 2012
Selo: Atlantic Records
Gravadora: Warner Music International

Warner Music compra lendário selo Parlophone por US$ 1,5 bi

Padrão

Mais uma grande mudança no cenário da indústria fonográfica mundial: a Warner Music, um dos maiores conglomerados musicais do planeta adquiriu hoje o lendário selo Parlophone, que era controlado pela EMI e que recentemente foi absorvida por outra gigante da música, a Universal Music Group.

As informações são da BBC. O valor da transação foi de 487 milhões de libras (cerca de US$ 1,5 bilhão). O valor será pago á vista.

O processo faz parte do acordo que a Universal Music manteve junto a EMI perante a União Européia que previa a venda de alguns dos ativos da gravadora britânica para que a concorrência global não fosse comprometida.

O presidente da Access Industries, o russo Len Blavatnik que é o controlador da Warner Music afirmou que o novo negócio será bom tanto para os artistas, quanto para o mercado: “Este é um marco muito significativo para a Warner Music, refletindo nosso compromisso com o desenvolvimento do artista, fortalecendo a nossa presença global e nosso talento empresarial”, disse o executivo.

A Parlophone era conhecida como a Jóia da Corôa por muitos artistas à ela vinculados. Hoje o cast da Parlophone é formado por grandes nomes, entre eles Coldplay, Pink Floyd e Kylie Minogue.

O catálogo musical dos Beatles ficou isento da negociação.