Cade aprova compra da EMI no Brasil

Padrão

Agora sim: a Universal Music está livre para adquirir a EMI no Brasil

O CADE, Conselho Administrativo de Defesa Econômica deu o sinal verde para que as negociações envolvendo duas operações referentes á aquisição da EMI pertencentes ao Citibank Group sejam realizadas.

Quando: na última quarta-feira (11)

O orgão compreendeu que as operações em pauta não oferecem preocupação em termos de concorrência no mercado musical brasileiro.

A referida aprovação ocorre dois anos após a aquisição da Universal Music sobre o catálogo fonográfico da lendária gravadora inglesa por US$ 1,9 bilhão. O catálogo de publicação foi vendido a Sony ATV por US$ 2,2 bilhões.

Em meio a essa divisão, artistas como Pink Floyd, Radiohead e David Bowie que pertencem ao selo Parlophone agora serão distribuidos pela Warner Music. Já os Beatles serão distribuidos pela Universal Music provavelmente sob o selo Capitol Records.

Atualmente, as quatro maiores gravadoras do Brasil são: Universal Music, Sony Music, Warner Music e Som Livre

A parte estrutural (instalações e departamentos) da Universal com a EMI não foram unificadas no Brasil.