Tears For Fears: "The Hurting" ganha edição comemorativa dos seus 30 anos

Padrão
Divulgação

Divulgação

Marcelo de Assis

Vamos falar de uma banda que nasceu adulta: Tears For Fears

A Universal Music anunciou o relançamento do álbum-début da banda: The Hurting, lançado em 1983 em uma edição comemorativa!

Quando: 21 de outubro

A capa:

tears_for_fears -the_hurting_1983

O que falar deste disco?

A dupla Roland Orzabal e Curt Smith estavam seguros de onde estavam pisando: logo de cara no primeiro álbum, um bom tempo depois de terem entregue uma simples fita à PolyGram inglesa, entraram em estúdio,  buscaram reflexão na obra de Carl Gustav Jung (célebre psiquiatra austríaco que viveu entre 1875 e 1961) e simplesmente extraíram canções como Pale Shelter, Change e Mad World.

Resultado: conquistaram um disco de platina no Reino Unido e o topo das paradas britânicas, além de terem sido responsáveis pelo aumento da procura pelos livros de outro grande psicanalista, o norte-americano Arthur Janov.

É muita coisa para uma simples capa, onde uma criança aparece chorando. Não é mais um clichê dos anos 80.

E foi justamente neste disco que nascia aquela que considero a melhor formação da história da banda, com a chegada do baterista Manny Elias e do tecladista Ian Stanley, que eu considero um maestro pela sua enorme gama de contribuições nos arranjos da banda.

Off topic: certa vez conversando com Curt Smith, me atrevi a dar a sugestão de uma reunião com esta formação que seguiu até Songs From The Big Chair de 1985 e Curt, sem titubear, me disse: “Não, não, eles ficaram no passado. Nós preferimos os músicos de hoje” – fica para a próxima!

Quanto ao relançamento, teremos um box com 3 cd´s e um DVD, onde a obra será distribuida da seguinte forma:

1 CD duplo com 16 faixas-bônus com remixes, b-sides (aquelas ótimas canções que não entraram nas paradas) e versões alternativas.

1 CD com sessões ao vivo inéditas

1 DVD com registro de um show no lendário Hammersmith Odeon em 1984.

E para completar: um livro com 34 paginas com detalhes do making of do album e fotos inéditas.

Essa comemoração não poderia ser melhor!

Já estou pensando no relançamento de Songs From The Big Chair …