Paul McCartney não culpa Yoko Ono pelo fim dos Beatles

Padrão
Reprodução

Reprodução

Marcelo de Assis

O ex-beatle Paul McCartney deu uma surpreendente declaração durante a gravação de uma entrevista para o canal Al Jazeera.

O músico que está próximo de completar 71 anos parece não guardar nenhuma mágoa de Yoko Ono: “Ela certamente não separou a banda! Eu acho que não podemos culpá-la por nada”, afirmou no que parece ser um forte indício de que John Lennon (1940-1980) deixaria a banda, independentemente da opinião de sua esposa.

A entrevista deverá ser transmitida pela emissora do Catar no final do ano.