A boa-nova do instrumental brasileiro chama-se Liquidus Ambiento

Padrão
Zeno Mainardi

Zeno Mainardi

Marcelo de Assis

A boa-nova do instrumental brasileiro chama-se Liquidus Ambiento! 

A análise é simples: criatividade e ousadia, elementos suficientes para trazer uma atmosfera setentista devidamente encapsulada e muito bem tratada, para a compreensão musical no século XXI.

Em suas composições, todos os elementos estão devidamente distribuidos: você viaja pelo jazz, passeia pelo ska, afro-beat, dub sem sair da sala.

Ouça Feel The Bass e confira a versatilidade do grupo:

Ganharam espaço e já estiveram em importantes eventos musicais como o Skol Beats, Tribe, Universo Paralello entre outros.ira Também receberam convite para abrir um show do Nação Zumbi e até mesmo uma parceria com a banda Vanguart.

Algo extremamente positivo, até porque é uma forma dos jovens se aproximarem da música instrumental, tão carente de novos adeptos no Brasil.

Novo álbum

Liquidos album

O Liquidus Ambiento prepara o novo álbum Oyster com dez músicas autorais e que teve a produção assinada por Sérgio Soffiati (Orquestra Brasileira de Música Jamaicana).

Conheça mais sobre o grupo em https://soundcloud.com/liquidus-ambiento-oficial

Anúncios