Tony Sheridan, parceiro dos Beatles nos anos 60, morre aos 72 anos

Padrão
Da esquerda para direita: John Lennon, George Harrison, Pete Best, Paul McCartney e Tony Sheridan / Foto: Divulgação

Da esquerda para direita: John Lennon, George Harrison, Pete Best, Paul McCartney e Tony Sheridan / Foto: Divulgação

Marcelo de Assis, da redação

O músico britânico Tony Sheridan faleceu na noite deste sábado (16) na cidade alemã de Hamburgo. Ele tinha 72 anos.

A causa da morte ainda não foi divulgada. A família do músico emitiu um comunicado na página oficial de Sheridan no Facebook: “Nosso querido pai e amigo, obrigado pelo amor e pela inspiração. Você nos deixou hoje à meia-noite”, disse.

Nascido em Norwich na Inglaterra, Sheridan foi uma figura-chave das primeiras reuniões dos Beatles e sua vivência com a música ocorreu desde cedo, influenciado pela música clássica quando ainda era uma criança.

Na adolescência, o músico chegou a abandonar a escola no ensino fundamental para estudar artes e, neste período, teve o seu primeiro contato com a guitarra. Formou uma banda de skiffle em 1956 e mergulhou na sonoridade do country, blues e jazz.

Ainda no inicio de carreira, os Beatles chegaram a ser uma banda de apoio de Sheridan, que gravou com os Fab Four pouco tempo depois, em algumas sessões de gravação em 1961.

Tony Sheridan chegou a se apresentar no Brasil em 2010 em um show na Praia de Camburi, em Vitória. Ele esteve acompanhado de uma das mais famosas bandas de covers dos Beatles, a Clube Big Beatles.

Sheridan vivia com a familia em Seestermuhe, uma aldeia ao norte de Hamburgo, na Alemanha.

Morre George Marino, conceituado engenheiro de som que trabalhou com Bon Jovi, Stevie Wonder e AC/DC

Padrão

Um dos mais conceituados engenheiros de som das últimas três décadas morreu ontem (4). George Marino lutava contra um câncer do pulmão mas não resistiu.

As informações são do Hollywood Reporter. Marino fazia parte do estúdio Sterling Sound, situado em Nova York. Uma de suas últimas conquistas foi um Grammy em 2010 pelo seus trabalhos realizados no álbum “Suburbs” do Arcade Fire, além de outros realizados com Stevie Wonder e AC/DC.

Ele também trabalhou em outros álbuns de grande aceitação pelo público como “Appetite For Destruction” dos Gun´s N´Roses, “Slippery When Wet” do Bon Jovi e “Whitney” de Whitney Houston.

A equipe do Sterling Sound deixou uma mensagem em seu site oficial: “Sterling Sound e a indústria musical como um todo estão sofrendo uma perda tremenda. Palavras não podem expressar a dor que sentimos. George era considerado da família por todos nós, e iremos sentir muito a sua falta”, informou.