Dilsinho em entrevista: "Estou vivendo um sonho"

Padrão

“Estou vivendo um sonho!”

Esta é a frase que define o atual momento do cantor, compositor e revelação do samba pop romântico Dilsinho, que já escreveu excelentes composições para grandes nomes do samba como Thiaguinho, Alexandre Pires e Mumuzinho, assinou com a Universal Music e, em entrevista, nos contou sobre o lançamento de seu primeiro disco autoral.

Aos 13 já se estabelecia em uma carreira profissional, dentro das rodas de pagode em meio aos amigos e sua família, que sempre estiveram presentes desde o inicio: “Nunca tive restrições por parte da familia. Pelo contrario, eles sempre viveram demais isso comigo, me apoiando e dentro de casa mesmo eu tive influências porque a minha familia tem pessoas envolvidas com artes, músicos e tenho uns tios que tocam pagode também, então, já veio ali mesmo aquela vontade de trabalhar com musica”, disse.

Oito anos depois, Dilsinho encara este grande desafio – o lançamento de seu álbum – com muita alegria. Olhando para trás e analisando toda a experiência que adquiriu, relata que tudo tem sua hora: “Quando completei 13 anos, comecei a tocar em barzinhos onde morava e sem muita experiência mas sempre queremos tudo na hora né? Mas não é no nosso tempo, é no tempo de Deus”, reflete. “Eu fiquei muito feliz de lançar meu primeiro disco em uma gravadora grande. Estou bem representado”.

Parceria com Alexandre Pires

Dilsinho se recorda do momento em que uma de suas composições foi parar na voz do cantor Alexandre Pires, que, para ele, pode ter sido um divisor de águas em sua carreira: “Eu tenho um parceiro Lincoln de Lima, um produtor conceituado que também é meu amigo pessoal e que me deu a oportunidade de me aproximar do meio artistico”

Lima não titubeou e levou a música para Pires: sucesso imediato.

“Eu não tinha pretensão de ser um compositor conceituado por ser gravado por varios artistas, mas como oportunidade para mim no momento pensei: vai ser demais! – e sempre fiz musicas para que eu cantasse, meu sonho era ouvir minha voz na radio e dizerem: e o Dilsinho que esta cantando. Mas se não fosse isso derrepente eu nem estaria falando com você aqui!”

Samba sem regras

Em nosso diálgo, questionei Dilsinho como ele avalia o samba nos dias de hoje. Nas palavras do artista, o quesito inovação é fundamental: “Não existe uma regra para se fazer samba: neste primeiro CD eu queria chegar com algo original . Então eu não me preocupei com seguir uma tendencia que esta rolando no momento ou derrepente fazer alguma que todo mundo esta fazendo. E ai eu procurei fazer as coisas que eu me sentisse a vontade. Eu fiz algumas coisas com influencia do pop. Hoje em dia não tem muito essa coisa de seguir uma regra, acho o que vale é uma musica feita com amor para as pessoas”.

Ídolos? Não! Amigos!

Dilsinho ouviu muita MPB desde cedo – Caetano Veloso, Gal Costa, Djavan, entre muitos outros – mas ele confessa que não tem um ídolo: “Não tem como eu falar um nome! Nunca me apeguei a um artista. No meu gênero pagode eu tenho um carinho e uma admiração pelos meus amigos Bruno do Sorriso Maroto, Thiaguinho, Revelação, Grupo Bom Gosto”, afirma.

“Existe um misto de coisas que vão se resumir em mim mesmo”.

Um show de lançamento do seu novo álbum deverá acontecer após o Carnaval. O single Já Que Você Não Me Quer Mais é a primeira música de trabalho de Dilsinho e que já mostrou bons resultados: se estabeleceu no TOP 5 das rádios cariocas e na média nacional, TOP 10. Mesmo assim, ele sabe que a partir de agora os desafios serão maiores e não quer desapontar: “Não quero ser um artista que vai passar. Eu quero realmente fortalecer meu nome no samba. Quero ser alguem para somar. Tenho certeza que tudo isso vai acontecer!”.

Com um vasto repertório de músicas românticas, perguntei se havia alguém que fosse uma inspiração para ele. De uma forma bem humorada, quase tímida, disse:

“Não tenho. Ate queria mas não tem não” (risos) Faço as musicas mesmo para o público”, encerrou.

Foto: Divulgação

[youtube_sc url=”http://www.youtube.com/watch?v=IWwiJ_4xn_U”%5D

Anúncios

Jair Rodrigues é convidado especial durante show gratuito em Santos

Padrão
Divulgação

Divulgação

O cantor Jair Rodrigues faz participação especial no evento Cultura Caipira – Moda de Viola, que ocorre próximo dia 10 de novembro (domingo), às 18h, na Fonte do Sapo (Avenida Bartolomeu Gusmão, s/n – Praia da Aparecida) em Santos.

Trata-se de um projeto que visa enaltecer e resgatar a cultura caipira, tão peculiar que preservou muito hábitos de uma época em que o Brasil era uma colônia de Portugal. O evento proporcionará ao público oportunidade única de interagir com uma cultura riquíssima do qual grande parte da população é descendente.

No show o multi-instrumentista Paulo Dafilin, considerado um dos maiores violeiros do país e conhecido por tocar com artistas como Maria Bethânia e Renato Teixeira, acompanhado por banda completa toca sucessos tradicionais deste estilo e recebe alguns  artista regionais, como  Erick Rios, Tiago Lima e o Duo Gilson Bambuira e Ellê Carvalho.

Um dos grandes pontos altos do evento é a presença do cantor e compositor Jair Rodrigues que encantará  ao público com sucessos como Rancho FundoLuar do Sertão.

A produção do evento é assinada pela Destaque Cultural.

O evento proporcionará ao público oportunidade única de interagir com uma cultura riquíssima do qual grande parte da população é descendente.

Projeto Cultura Caipira – Moda de Viola

Part. Jair Rodrigues, Paulo Dafilin, Erick Rios, Tiago Lima e Duo Gilson Bambuíra e Ellê Carvalho.
Data: 10 de novembro (domingo)
Horário: A Partir das 18h
Local: Fonte do Sapo | Av. Bartolomeu Gusmão, s/n, Praia  da Aparecida, Santos/SP
Entrada Franca
Classificação Etária: Livre

Realização: Destaque Cultural

[youtube_sc url=”http://www.youtube.com/watch?v=EeLT-LwpIMo”%5D

Alcione se apresenta no Club A em São Paulo no mês de Outubro

Padrão
Divulgação

Divulgação

Marcelo de Assis

Chamada carinhosamente de Marrom pelos seus fãs, a cantora Alcione anunciou uma apresentação na sofisticada casa Club A em São Paulo (Nações Unidas, 12.559 – piso C – Entrada pelo hobby do Hotel Sheraton WTC)

Quando: 17 de outubro as 21hs

Os ingressos custam entre R$ 160 e R$ 220

Seu repertório: canções inéditas do álbum Eterna Alegria e os grandes sucessos que consagraram sua carreira como Meu Ébano e A Loba.

Para maiores informações, consulte o site: http://www.clubasaopaulo.com.br

Beth Carvalho, guerreira!

Padrão
Reprodução

Reprodução

Marcelo de Assis

A nossa rainha do samba finalmente recebeu alta na tarde de ontem (23).

Os últimos tempos não tem sido fáceis para a saúde de Beth Carvalho que precisou operar a coluna em agosto do ano passado.

Motivo: inserir pinos ortopédicos.

Com isso, teve que ficar no hospital sob tratamento para voltar logo aos palcos. Mas essas coisas levam tempo e paciência. Até o carnaval, que ela tanto ama, teve que abdicar.

Beth Carvalho, guerreira!

A Acadêmicos do Tatuapé homenageou a artista, que, por motivos óbvios, não pôde estar no desfile deste ano da referida agremiação.

Sua sobrinha Luciana queria sua ilustre tia para participar no seu disco. Até um estúdio foi montado no quarto do hospital.

O nome da música? Receita de Prazer

A receita de Beth: perseverança

O samba não pode parar!

Pixote grava CD e DVD com show em São Paulo

Padrão
Divulgação

Divulgação

Para comemorar seus 20 anos de carreira, o Pixote preparou um projeto especial, que promete emocionar todos os fãs do grupo: o quinteto grava seu novo CD e DVD em única apresentação, dia 24 de julho, no Credicard Hall, em São Paulo

Os ingressos, que custam entre R$ 40 e R$ 150, já estão disponíveis e podem ser adquiridos pela internet no site da Tickets For Fun , pelo telefone 4003-5588 (válido para todo o País), nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Credicard Hall.

Dodô (vocal), Thiaguinho (teclados), Mineirinho (violão), Tiola Chocolate (tantan) e Du (pandeiro) orgulham-se em seguir com a mesma jovialidade e a integração do início de carreira, quando, ainda adolescentes, formaram o Revelação do Samba. Mais tarde, veio a mudança de nome e o sucesso nacional com suas músicas e apresentações, sempre combinando romantismo e alto astral.

A trajetória bem-sucedida continuou nos álbuns Tá Bom Demais (1999), Idem (2001), Pira (2002), Vamos Nessa (ao vivo, 2004) e Descontrolado (2005), que trouxeram canções como Frenesi, Que Maravilha, Vai Valer A Pena e Já é madrugada.

Em 2008, quando completou 15 anos, o grupo gravou o primeiro DVD, revisitando seus principais hits e emplacando os sucessos Insegurança e Mande Um Sinal.

O segundo DVD veio dois anos depois, em 2010, em forma de agradecimento aos que tornaram possível a realização do sonho dos amigos. No ano passado, o Pixote lançou seu mais recente CD, , apenas com músicas inéditas, como Dilema e Ficando Louco.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=8t1CMAVcEuQ”%5D

Arlindo Cruz apresenta sua "ópera-batucada" no show "Batuques do Meu Lugar" em São Paulo

Padrão
Divulgação

Divulgação

Arlindo Cruz está de volta à capital paulista com a turnê de seu novo DVD, Batuques do Meu Lugar, em única apresentação no dia 26 de julho, no Credicard Hall. A abertura do show será de Arlindo Neto, que mostra as canções de seu novo trabalho.

Os ingressos já estão disponíveis pela internet atraves do site da Tickets For Fun , pelo telefone 4003-5588, nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Credicard Hall.

Sobre o show

Batuques do Meu Lugar é uma viagem pelos batuques brasileiros: o Carimbó, o boi do Maranhão; o maracatu, o afoxé e o jongo; além dos batuques sagrados dos orixás Ogum e Iansã, regidos pelo Pai Xangô; retratando com propriedade a presença das religiões afro-brasileiras na obra do artista.

Entidades destas manifestações percussivas confratenizam juntas estes sons e danças vindos da mesma fonte, mas que se miscigenaram Brasil adentro numa grande fusão, transfusão, confusão cultural.

Sobem ao palco para festejar a entrada de Arlindo Cruz, que apresenta sua ópera-batucada em cinco movimentos, acompanhado por uma banda de 18 bambas do samba e a participação de 13 bailarinos.

Na parte final da apresentação, o artista presta homenagens, respectivamente, à zona da Leopoldina, através de seu grande poeta Luiz Carlos da Vila e ao compositor Candeia, seu primeiro grande mestre, que conheceu em Madureira.

Para tanto, entoa canções como Da Música / O Show Tem Que Continuar e O Meu Lugar.

Rodriguinho se apresentará na Riosampa neste fim de semana

Padrão
Luciana Faria

Luciana Faria

Marcelo de Assis, da redação

O cantor Rodriguinho se apresentará no Riosampa nesta sexta-feira (15) e será uma das atrações da Beat98.

O cantor, que acaba de retornar ao país após viagem para gravação de um novo videoclipe em Los Angeles, está prestes a lançar pela Som Livre o novo álbum O Mundo dá Voltas.

Durante o show, Rodriguinho promete cantar os hits antigos que marcaram sua carreira e canções do novo álbum.

Serviço:
Data: 15/03/2013 – Sexta-feira
Horário: a partir das 23h
Local: Riosampa – Rodovia Presidente Dutra, Km 177 – Nova Iguaçu – RJ
Informações: 21 3343-2000
Classificação 18 anos.