Gilberto Gil homenageia João Gilberto em novo álbum e lança “Você e Eu”

Padrão

Gilberto Gil, um dos gigantes da música popular brasileira lançou o single Você e Eu, primeira música de trabalho de Gilbertos Samba, álbum em homenagem ao pai da Bossa Nova, João Gilberto.

O vídeo, com as cenas da gravação, já está disponibilizado no Vevo.

Gilbertos Samba marca o inicio da parceria de Gil com a gravadora Sony Music e é uma reinterpretação de clássicos gravados por João e que será lançado em março com uma turnê em todo o Brasil.

Ouça Você e Eu:

Anúncios

MARIENE DE CASTRO ALCANÇA O TOP 5 DO iTUNES

Padrão

Mariene de Castro acaba de lançar no iTunes o single Tirilê, do seu mais recente álbum, o primeiro de músicas inéditas após seu bem sucedido DVD em homenagem a Clara Nunes Um ser de luz.

Mariene de Castro single

Tirilê, uma composição inédita dos mestres Dunga e Roque Ferreira, estreou em 1º lugar nas rádios da Bahia e já está no Top 5 de Samba do iTunes. A música de batida forte e dançante, marcas registradas do samba de Mariene, foi lançada com foco no verão e no período pré-carnavalesco e é um esquenta para o que vem por aí, seu 5º álbum, nas lojas a partir do dia 18 de fevereiro.

“Este disco celebra os encontros, e gravar Roque Ferreira para mim é uma bênção, porque ele foi meu primeiro compositor, escrevia pensando em mim. Me identifico muito com sua escrita, seus ritmos. Não tem jeito: eu rodo, rodo, rodo, mas é com Roque que eu fico (risos). Todas as vertentes da minha música caminham para o samba e este disco mostra isto”, conta Mariene.

Com 14 faixas e a produção assinalada pelo conceituado produtor Max Pierre, o novo álbum de Mariene de Castro foi gravado no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro e traz participações de artistas que acompanham e admiram o seu canto desde seus primeiros contatos, como Zeca Pagodinho, que lhe deu de presente o samba inédito Colheita, de seu compositor Nelson Rufino.

Maria Bethânia foi presentada com a inédita canção A força que vem da raiz de Roque Ferreira e a madrinha Beth Carvalho, que a abraçou na autoexplicativa Samba da benção, de Baden Powell e Vinicius de Moraes.

Para adquirir o novo single, clique aqui

Alceu Valença: novo álbum alcança o topo no iTunes Brasil

Padrão
Yanê Montenegro

Yanê Montenegro

Marcelo de Assis

Alceu Valença lançou ontem seu novo álbum Amigo da Arte em formato digital, nos maiores sites de venda online e alcançou o topo no iTunes Brasil.

Produzido por Paulo Rafael e masterizado por Ricardo Garcia, o novo disco foi direto para o primeiro lugar em número de vendas na categoria MPB. Amigo da Arte traz os maiores ritmos do carnaval pernambucano: frevos, maracatus, caboclinhas e cirandas.

No próximo sábado (8), Alceu Valença  levará seu show de carnaval, o Carnavalença, a Fundição Progresso no Rio de Janeiro. Além das músicas do novo álbum, ele ainda apresentará grandes sucessos de sua carreira, como Anunciação, La Belle de Jour e Tropicana.

 

 

Alceu Valença assina com a Deck e lança novo álbum em fevereiro

Padrão
Divulgação

Divulgação

Marcelo de Assis

Um dos maiores nomes da MPB, Alceu Valença, está deixando um hiato de seis anos e já prepara uma novidade aos fãs:

Assinou com a gravadora Deck e lançará seu novo trabalho em 4 de fevereiro.

Nome do disco: Amigo da Arte

O que vem por ai: frevos, maracatus, caboclinhos e cirandas, principais gêneros do carnaval pernambucano.

Serão 13 faixas com direito a duas regravações (Amigo da Arte e Nas Asas de Um Passarinho).

O enredo de Amigo da Arte segue o cronograma do carnaval: começa com a canção Olinda, determinando o forte ritimo da mais famosa festa folclórica e entra em uma “quarta feira de cinzas” com o epílogo Sonho de Valsa.

Valença convidou a cantora portuguesa Carminho para dividir os vocais em Frevo N° 1.

A construção do álbum: Paulo Rafael na produção, Ricardo Garcia na masterização.

Clássicos de João Gilberto serão relançados

Padrão
Divulgação

Divulgação

Marcelo de Assis

Depois de uma longa batalha pelos direitos de suas obras, o músico João Gilberto contratou uma equipe para trabalhar no relançamento de alguns dos seus clássicos.

A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo através da jornalista Mônica Bérgamo.

Os masters dos álbuns Chega de Saudade, o Sorriso e a Flor, O Amor, João Gilberto e de um compacto lançado em vinil entitulado João Gilberto deverão ser entregues ao artista, após uma ordem do Tribunal de Justiça do Rio.

Esses masters pertenciam a EMI, que foi recentemente adquirida pela Universal Music.

João Gilberto é um dos grandes precursores do movimento Bossa Nova que conquistou o Brasil e o mundo nos anos 60.

 

Caetano Veloso: conheça a capa do novo DVD que será lançado mundialmente em janeiro

Padrão
Divulgação

Divulgação

Vencedor da edição 2013 do Latin Grammy nas categorias Melhor Álbum de Cantor Compositor e Melhor Encarte, o elogiado Abraçaço, de Caetano Veloso terá sua inédita versão ao vivo lançada em janeiro nos formatos CD, DVD e Vinil, com distribuição mundial da Universal Music.

Confira a capa e a contracapa do novo álbum, criadas pelo estúdio de design Quinta-feira, responsável também pelo inovador projeto gráfico de Abraçaço.

Caetano Capa

O esperado Multishow Ao Vivo – Caetano Veloso – Abraçaço foi gravado no Rio de Janeiro e traz a recente safra de músicas do cantor e compositor. É o caso de A bossa nova é foda, Odeio e O império da Lei.

O show conta ainda com novas versões para sucessos de sua carreira, cantadas a plenos pulmões pelo público, como Eclipse oculto, Você não entende nada, Um índio, Reconvexo e De noite na cama.

O novo álbum é assinado pela Uns Produções em parceria com o canal Multishow, sob direção de Moreno Veloso (áudio) e Paula Lavigne e Fernando Young (vídeo).

Álbum duplo “Elis, A musical” reúne as canções originais que inspiraram o espetáculo

Padrão
Divulgação

Divulgação

por João Marcello Bôscoli
via Universal Music Brasil

Uma obra como a de Elis Regina permite muitas interpretações, agrupamentos e associações. No caso da compilação Elis, A musical, o recorte foi estabelecido pelo roteiro escrito por Nelson Motta e Patricia Andrade, além da direção de Denis Carvalho, onde as canções costuram toda a história.

Após essa definição de repertório, o objetivo foi compilar canções de diferentes épocas (de 1965 a 1981), estilos, gêneros e qualidades de áudio para que soassem equilibradas entre si, com uma sonoridade atual, tanto no formato CD quanto para o iTunes – onde elas podem ser vendidas separadamente em singles ou em um álbum completo.

Elis o Musical

Para essa missão, trabalhei com um dos melhores masterizadores do mundo, o Carlos Freitas, da Classic Master. O primeiro passo foi ouvir calmamente todas as canções já na sequência cronológica do projeto para, em seguida, adotar a estratégia correta do processo de restauração e remasterização. Depois de realizada a transcrição dos tapes analógicos originais para o ambiente digital com muito cuidado, estas canções foram separadas em dois blocos: um com músicas com melhor qualidade de áudio que não necessitavam de tanto processamento de restauração e outro, com músicas de qualidade de áudio mais distante dos padrões contemporâneos, que necessitavam, portanto, de mais processamento.

A segunda etapa foi a restauração das canções mais antigas (como Arrastão, Wave e Águas de Março, por exemplo), lançadas com quase 10 anos de distância entre si e que estavam com o som original comprometido. Foram utilizados dois programas de restauração: o Sonic – No Noise e Izotope RX3. Estes programas são capazes de eliminar chiados, distorções e até microfonias em gravações ao vivo, com alterações mínimas no áudio original.

Com todas as canções restauradas, começou então a etapa de masterização das músicas, algo mais artístico e subjetivo. Foram utilizados os equalizadores e compressores analógicos da Maselec, os meus favoritos para essa atividade por terem uma qualidade completamente acima do padrão médio estabelecido no mercado, excelência técnica e artística.

No final, o equilíbrio sonoro e musical foi atingido tanto em CD quanto no iTunes, resultando em uma obra coesa, de audição confortável e homogênea, respeitando as características de cada época. Embora tenha sido uma jornada técnica, tudo que envolve Elis é muito emocionante. Ela capta o espírito da época, molda e devolve algo completamente pessoal, atemporal e eterno.

Como canta essa mulher…

Confira o repertório abaixo do álbum Elis, A Musical:

CD 1

1) Arrastão (1965)
2) Menino das Laranjas (1965)
3) Upa, Neguinho (1968)
4) Wave (1969)
5) Vou Deitar e Rolar(1970)
6) Não Tenha Medo (1970)
7) Falei e Disse (1971)
8) Madalena (1971)
9) Nada Será como Antes (1972)
10) Atrás da Porta (1972)
11) Casa no Campo (1972)
12) Dois Pra La, Dois Pra Cá (1974)
13) Só Tinha de ser com Você (1974)
14) Águas de Março (1974)

CD 2

1) Fascinação (1976)
2) Como Nossos Pais (1976)
3) Querelas do Brasil (1978)
4) O Bêbado e a Equilibrista (1979)
5) O Trem Azul (1980)
6) Alô, Alô, Marciano (1980)
7) Maria, Maria (1980)
8) As Aparências Enganam (1980)
9) Aos Nossos Filhos (1980)
10) Canção da América (1980)
11) Redescobrir (1980)
12) Me Deixas Louca (1981)