SALA SÃO PAULO: JOÃO CARLOS MARTINS REGE BACHIANA FILARMÔNICA EM MAIO

Padrão

Depois de duas apresentações com lotação máxima, a Bachiana Filarmônica SESI-SP apresenta o terceiro concerto de sua Temporada 2014 no sábado, dia 10 de maio, às 21h, na Sala São Paulo, sob regência de seu maestro titular e diretor-artístico João Carlos Martins.

Neste concerto, haverá a primeira audição mundial da Obra Concertante para Violoncelo e Orquestra, encomenda da Fundação Bachiana ao compositor brasileiro Alexandre Lunsqui. O solo é do violoncelista Ricardo Fukuda.

Dois momentos de destaque desta apresentação serão as interpretações da Sinfonia da Despedida em seu formato original e da Sinfonia dos Brinquedos, ambas peças do compositor austríaco Joseph Haydn. No último movimento da primeira sinfonia, os músicos da orquestra vão apagando suas velas e saindo um por um do palco. Martins e dois violinistas apagam as três últimas velas antes de se retirarem do palco.

Na execução da Sinfonia dos Brinquedos, a muitos atribuída ao compositor Leopold Mozart, crianças do pólo de musicalização de Suzano tocarão instrumentos previstos por Haydn nesta peça. Brinquedos sonoros de época vão se misturar ao som da orquestra.

Já o pianista brasileiro Pablo Rossi tocará o Concerto para Piano e Orquestra em Sol Maior, de Mozart, após seus estudos no Conservatório de Moscou, na Rússia, onde atualmente reside.

A Temporada 2014 de Concertos da Bachiana Filarmônica SESI-SP celebra os dez anos da orquestra e conta com apresentações de grandes intérpretes internacionais e cinco obras concertantes brasileiras em estreia mundial encomendadas pela Fundação Bachiana. Serão sete concertos de março a dezembro na Sala São Paulo.

Bachiana Filarmônica SESI-SP na Sala São Paulo – terceiro concerto da Temporada 2014

Regência: João Carlos Martins
Solistas: Ricardo Fukuda e Pablo Rossi
Dia: sábado, dia 10 de maio
Local: Sala São Paulo
Endereço: Praça Júlio Prestes, 16, Santa Cecília, São Paulo
Horário: 21h
Ingressos: R$ 25 a R$ 40
Duração: 90 minutos
Classificação etária: 7 anos
Pontos de venda: bilheteria da Sala São Paulo (tel. 11 3223-3966, pelo site http://www.ingressorapido.com.br e pelo telefone 4003-1212

Anúncios

COMPOSITOR BRASILEIRO CONQUISTA IMPORTANTE PRÊMIO NOS EUA

Padrão

O compositor e intérprete Arthur Kampela conquistou o prestigiado Prêmio Guggenhein nos EUA. O anúncio da premiação foi realizado pelo jornal The New York Times.

Kampela tem desenvolvido uma intensa e prolífica carreira no exterior como compositor e intérprete, tendo sido durante anos professor de composição da Columbia University em Nova York.

O artista comentou sobre a conquista do referido prêmio em seu perfil no Facebook: “Caros amigos e colegas, estou muito orgulhoso e feliz por anunciar que eu ganhei o Prêmio Guggeheim. Quero felicitar todos os companheiros na composição e em outros campos que, junto comigo, foram premiados com o que é, sem dúvida, um dos prêmios mais queridos dos EUA”, disse.

O prêmio foi conferido pela John Simon Guggeheim Memorial Foundation que existe desde 1925 e tem se empenhado no incentivo acadêmico, oferecendo bolsas de estudos para artistas estudiosos e cientistas que trabalham em todos os campos.

Roger Waters: Ópera "Ça Ira" concorre a prêmio no Brasil

Padrão

Uma das maiores atrações deste ano no Brasil, a ópera Ça Ira – Há esperança de Roger Waters concorre na categoria de Melhor Ópera na premiação Os Melhores do Ano promovida pelo jornal Folha de São Paulo.

O espetáculo, que esteve em cartaz no Teatro Municipal de São Paulo nos dias 2,4,7 e 9 de maio deste ano, retrata a Revolução Francesa levando ao público uma mensagem de otimismo, fundamentada nos ideais de liberdade, fraternidade e igualdade questionando os conflitos humanos.

Com um elenco 100% brasileiro, Ça Ira teve a direção de André Heller-Lopes e produção de Lika GeribelloCristiane Rossetto.

A direção musical foi do regente Rick Wentworth.

Os internautas poderão escolher a melhor ópera em: http://polls.folha.com.br/poll/1334310

Produtora anuncia temporada 2014 do musical "O Rei Leão". Assista o vídeo

Padrão

A produtora Time For Fun (T4F) anunciou hoje através de um vídeo a continuidade do espetáculo O Rei Leão que está em exibição no Teatro Renault em São Paulo

Os ingressos podem ser adquiridos clicando aqui.

Anunciado como o “Novo Marco de São Paulo”, a obra teatral baseada no filme da Disney lançado em 1994  ja foi vista por quase 65 milhões de espectadores e é ganhador de 70 prêmios. Em outubro tornou-se o primeiro musical bilionário da Broadway, onde é exibido há 15 anos.

O espetáculo apresenta canções de Elton John e Time Rice e  a música de Lebo M. e Hans Zimmer.

Assista:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/z1q_AKao7HI”%5D

Soprano Bruna Amaral lança novo vídeo "Cinema Paradiso"

Padrão

Ela é símbolo de uma renovação na música clássica brasileira!

Com apenas 17 anos, a soprano Bruna Amaral vem se destacando no canto lírico e na música erúdita!

E pensar que tudo isso começou apenas há dois anos, quando se apresentou para uma platéia de 2 mil pessoas durante um concerto regido pelo conceituadíssimo maestro João Carlos Martins.

O resultado não poderia ser outro: com uma apresentação impecável, a jovem soprano foi ovacionada pelo público e elogiada pela crítica, com justiça!

Desde então, ganhou notoriedade no país depois de ser convidada como solista de várias orquestras sinfônicas, dentre elas a de Poços de Caldas e Jazz Sinfônica de SJBV.

Teve sua voz como trilha sonora do programa pacifista da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) chamado Ray Of Hope no Reino Unido.

Em plena ascensão, Bruna Amaral já se prepara para novos projetos internacionais em 2014.

Agora ela lançou seu novo vídeo, interpretando a música Cinema Paradiso (Se) do compositor italiano Ennio Morricone.

Confira:

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=5ZtfPduZXyc&”%5D

 

ROGER WATERS: "ÇA IRA" REVELA PRIMOR EM PRODUÇÃO 100% BRASILEIRA

Padrão

[embedvideo id=”blqnvYWON7Q” website=”youtube”]As apresentações da ópera Ça Ira em São Paulo, a primeira da brilhante carreira de Roger Waters, mostraram em sua profundidade que o Brasil sempre estará pronto para as grandes óperas.

Baseada no libreto de Étienne e Nadine Roda-Gil , esta não foi a primeira vez em que Ça Ira brilhou em palcos brasileiros: no Festival Amazonas de Ópera em 2008, o público assistiu ao espetáculo com uma roupagem bem diferente da atual, seguindo à risca o roteiro de Roger.

A montagem apresentada no Theatro Municipal de São Paulo transportou a ópera com mais objetividade aos dias de hoje, tendo o narrador, o excelente Leonardo Neiva em uma biblioteca e os atores e cantores vivendo a loucura imaginária em um sanatório, no audacioso trabalho realizado pelo diretor André Heller-Lopes.

Importante ressaltar que Lika Geribello, idealizadora do projeto e que também assina a coordenação da produção, com uma habilidade ímpar, trouxe a referida ópera ao Brasil por duas vezes.

As músicas, todas compostas por Waters e que nas mãos do grande maestro Rick Wentworth que também assina direção musical do espetáculo, criou a perfeita conexão entre os atos impressos na ópera com uma ambientação musical impecável.

No palco, sopranos, barítonos e tenores, de grande talento, bradaram, questionaram e vivenciaram os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade em um cenário inspirado no artista plástico Artur Bispo do Rosário (1909-1989).

Foto:  Manuela Scarpa / Rio News

Foto: Manuela Scarpa / Rio News

Coube a Renato Theobaldo e Beto Rolnik desenvolver a estética ideal dos designs. A iluminação dirigida por Fabio Retti e os figurinos de Rosa Magalhães contribuiram para uma belíssima fotografia. O público, que compareceu em massa nos quatro dias de apresentação, pareciam deslumbrados a cada momento, apreciando cada detalhe daquela mensagem que, segundo Waters, é muito clara: “Liberdade e Razão vivem!”.

As cenas que ilustram a entrevista coletiva de Roger Waters abaixo, são de uma apresentação na Ucrânia.

Confira abaixo a ficha técnica da equipe:

Direção Musical e Regência: Rick Wentworth Direção: Andre Heller-Lopes Cenografia: Renato Theobaldo Figurino: Rosa Magalhães Iluminação: Fabio Retti Visagista: Anderson Bueno Direção de Movimento: Luiz Fernando Bongiovanni Maestro assistente: Luiz Gustavo Petri Efeitos sonoros: Miguel Briamonte

Idealização do Projeto e Coordenação de Produção: Lika Geribello Direção de Produção: Cristiane Rossetto

Elenco: Lina Mendes, soprano Gabriella Pace, soprano Keila de Moraes, mezzo soprano Marcos Paulo, tenor Giovanni Tristacci, tenor David Marcondes, barítono Leonardo Neiva, barítono Eduardo Amir, barítono Leonardo Pace, barítono.

 

Josh Groban lança novo vídeo "I Believe (When I Fall In Love It Will Be Forever)". Confira

Padrão
Divulgação

Divulgação

Marcelo de Assis, da redação

Como já havíamos noticiado por aqui desde janeiro, após o lançamento de All That Echoes, o sexto álbum de estúdio do cantor Josh Groban entra em uma nova fase de divulgação: foi lançado hoje o vídeo I Believe (When I Fall In Love It Will Be Forever) em seu canal do YouTube.

“Depois de um ano selvagem no estúdio, e um álbum que eu estou extremamente orgulhoso de como resultado, eu não posso esperar para parar de falar sobre isso e começar a cantar”, disse o cantor sobre a concepção de All That Echoes á epoca de seu lançamento.

Confira o novo vídeo:

[youtube_sc url=”http://www.youtube.com/watch?v=9EAn2hOStpA”%5D