Elvis Presley: morte do cantor pode ser atribuida a doença cardiaca

Padrão

 

Quando Elvis Presley morreu em 16 de agosto de 1977, toda a imprensa atribuiu seu falecimento a uma overdose de remédios.

Porém, 36 anos depois, um programa de tv britânico chamado Dead Famous DNA da Channel 4 quer derrubar essa tese por meio de um exame de DNA.

Stephen Kingsmore, diretor do Centro de Medicina Genômica de um hospital infantil no Kansas (EUA) que está
encarregado deste exame, que recolheu uma amostra de cabelo do cantor, acredita que a morte do Rei do Rock ocorreu por uma cardiomiopatia hipertrófica.

O programa estréia amanhã no Reino Unido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s