Joyce DiDonato desembarca no Brasil para apresentações em São Paulo e no Rio

Padrão

A mezzo-soprano Joyce DiDonato chega ao Brasil na próxima semana e apresenta suas interpretações nos dias 31 de agosto no Rio de Janeiro e 03 e 04 de setembro em São Paulo.

Foto: Divulgação

Uma das vozes mais belas da atualidade na opinião da crítica especializada apresenta-se acompanhada do conceituado pianista francês David Zobel.

Nascida no estado do Kansas, Joyce DiDonato conquistou os grandes palcos operísticos de Europa e Estados Unidos como intérprete extraordinária das criações de Rossini, Haendel, Mozart e Reynaldo Hahn.

Aproveitando sua passagem pelo país, DiDonato lança seu terceiro álbum solo Diva, Divo, que a levou à conquista do Grammy Awards deste ano na categoria Melhor Vocal Solo Clássico.

Gravado em setembro de 2010 com a Orquestra e Coro da Ópera Nacional de Lyon, conduzida por Kazushi Ono, Diva, Divo apresenta o recital em que a cantora americana aproveita ao máximo seu alcance vocal e a gama de repertório do gênero mezzo, interpretando não apenas jovens homens, mas também heroínas apaixonadas.

Diva, Divo é uma obra de arte que mostra as várias facetas da cantora, em que brinca de personagens diferentes de ambos os sexos a partir da mesma Ópera ou por meio de diferentes tratamentos musicais de uma mesma história.

Eu sempre me gabei de quão maravilhoso é ser uma mezzo-soprano. Para além das óbvias Toscas ou Salomes que eu adoraria ter cantado, eu nunca me arrependi das minhas leves cordas vocais, por essa benção genética que me permitiu retratar uma riqueza de personagens de meninos a princesas, de fervorosos jovens a loucos, mulheres assassinas. Uma rica tapeçaria de emoções humanas seria difícil de encontrar, e isto que se traduz em pura diversão para mim! É esta exploração do nosso mundo, tanto externa como interna, que continuamente me deixa em chamas”, escreveu DiDonato em suas anotações introdutórias em Diva, Divo.

[tube] http://www.youtube.com/watch?v=mX4u0D6k4hw [/tube]

Com o talento dramático e a intensidade vocal de uma ópera, ela canta uma variedade de papéis, incluindo Chérubin e Ariane, de Massenet, Susanna de Mozart, Marguerite de Berlioz, Romeo de Bellini, e o compositor Strauss. Junto com as caracterizações vertiginosas de DiDonato, o álbum explora as mesmas histórias em ópera de diferentes compositores, por isso ouvimos a história de Fígaro tal como concebida por ambos Mozart e Massenet, Faust de Berlioz e Gounod, e Cinderella por Massenet e Rossino:

Esta gravação é uma homenagem aos compositores inspirados e libretistas que, através de sua imaginação sem limites e mentes curiosas, forjados em diferentes linguagens musicais, emoções e sabores teatrais da mesma lenda ou história. Ela presta homenagem ao maravilhoso mundo da mezzo-soprano, que sempre foi chamado a dobrar os sexos, para convencer igualmente em ambas as calças e as saias – às vezes até mesmo dentro da mesma noite – enquanto esperamos manter um som único e individual. E este disco me dá a chance de fazer o que eu mais amo: trazer vastamente diferentes personagens para a vida e explorar cada uma de suas viagens interiores”, completa.

 

Serviço Shows Joyce DiDonato no Brasil:

 

Data: 31/08

Horário: 20h30

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Endereço: Praca Marechal Floriano S/N – Centro, Rio de Janeiro

www.theatromunicipal.rj.gov.br/agosto.html

 

Data: 03 e 04/09

Horário: 21h00

Local: Sala São Paulo

Endereço: Praça Júlio Prestes, 16 – Santa Cecília, São Paulo

www.culturaartistica.com.br/ti2012/ti08.asp

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s