Artur Menezes vai abrir os shows de Buddy Guy no Brasil

Padrão

O cearense Artur Menezes desponta no cenário do blues como um dos melhores de sua geração e não esconde a ansiedade em relação ao momento em que está vivendo em sua carreira: “Desde que eu soube que abriria os shows do    ‘”cara” do Blues no Brasil, não consigo mais dormir direito. É a realização de mais um sonho – o outro foi ter tocado com Buddy Guy em Chicago, em uma canja no seu bar, ‘Buddy Guy’s Legends’. Estou honrado, empolgado, instigado e muito feliz”, afirma.

Foto: Divulgação

Aos 26 anos de idade e mais de 14 de guitarra, Artur chama a atenção pela facilidade com que mistura a música nordestina ao blues convencional, além do soul, do funk e do rock’n’roll, fazendo um som dançante, alegre e bastante peculiar. Suas influências vão de Jimi Hendrix ao Rei do Baião, passando por B.B.King, Buddy Guy, Albert Collins, Stevie Ray Vaughan, James Brown e Johnny Winter: “Buddy Guy é o artista de blues mais completo. Canta muito bem, toca guitarra muito bem e tem a presença de palco mais impressionante que conheço! Muito do que se via de Jimi Hendrix nos palcos eram ‘trejeitos’ herdados do Buddy Guy – Hendrix era fã assumido! Há um vídeo famoso que mostra Hendrix sentado atento na plateia do show do Buddy Guy”, conta.

Em fevereiro deste ano, após lotar o auditório do Sesc Vila Mariana em São Paulo e apresentar-se nos Festivais de Guaramiranga e Garanhuns, Artur foi citado pelo Clube de Jazz como “uma das grandes estrelas que roubam a atenção no espaço”. Nos próximos shows – Projeto Notas do Blues, no Sesc Ipiranga (SP), e abertura dos shows do Buddy Guy no Rio de Janeiro e em São Paulo -, o músico apresenta canções de seu mais recente trabalho “Early To Marry”, que traz em nove faixas a sintonia do blues com o baião, além de soul, rock e funk.

Já em fase de gravação de novo disco, o guitarrista também deve dar uma palhinha do que será o próximo trabalho. Artur Menezes estará ao lado de seu time de conterrâneos fiéis Lucas Ribeiro (Baixo), Wladimir Catunda (Bateria) e Claudio Mendes (piano/teclado e guitarra). Artur Menezes estudou música na Universidade Estadual do Ceará. Morou em Chicago, onde participou de jam sessions com John Primer, Linsey Alexander e Phil Guy, entre outros. Tocou em bares como Kingston Mines, Smokey Daddy e Katherina’s.

Gravou dois discos com a banda norte-americana The Shakes, que prima pela tradição do blues elétrico. Já no Brasil, integrou o projeto Harmônicas Mercoblues com os gaitistas Nico Smoljan e Gonzalo Arraya, abriu o show de Peter Mad Cat e participou de todas as edições dos Festivais de Jazz e Blues de Guaramiranga e Oi Blues By Night, além de tocar no Canoa Blues (CE), Ceará Music, Lençóis Jazz & Blues (MA), Ibitipoca Blues (MG) e Sesc’n Blues, entre outros.

Preocupado em difundir e ampliar o acesso ao blues no estado do Ceará, Artur também é um dos idealizadores do projeto ”Casa do Blues”, que prevê a realização de shows semanais com entrada gratuita, além de levar a mistura de sua música – com muito orgulho – para o mundo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s