Willie Dixon: o mais plagiado poeta do blues

Padrão

Willie Dixon influenciou toda uma geração de músicos em todo o mundo, sendo um importante elo entre o blues e o rock’n’roll. Trabalhando com Chuck Berry e Bo Diddley no final da década de 50, suas canções foram gravadas pelas maiores bandas dos anos 60 e 70.

Foto: Divulgação

Todos os grandes artistas do blues e posteriormente do rock já cantaram ou gravaram Willie Dixon: The Doors gravou ‘Back Door Man’ e os Rolling Stones’, ‘Little Red Rooster’. ‘Cream’ fez a reeleitura de ‘Spoonful’ e ‘Led Zeppelin’ para ‘You Shook Me’. Apesar do riquíssimo acervo, Willie Dixon nunca recebeu o pagamento relativo a direitos autorais, até que na década de 70 ele e Muddy Waters processaram a ‘Arc Music’, editora que cuidava de angariar os direitos autorais e repassá-los aos devidos artista.

Finalmente na década de 80, Willie Dixon passou a receber o que lhe era de direito. Nesta época, também processou o Led Zeppelin pela gravação de ‘Bring It on Home’ e ‘Whole Lotta Love’, provando que esta última era um descarado plágio da canção ‘You Need Love’, de sua autoria. Depois disso, excursionou em turnês pelos Estados Unidos e Europa, trabalhando para várias organizações que prestavam assistência jurídica aos bluesmen menos conhecidos, igualmente plagiados e prejudicados nos seus direitos autorais.

Certamente o maior cantor, compositor e arranjador de Chicago, ao lado de Muddy Waters, Willie Dixon foi a pessoa mais influente na formação do blues pós-guerra. Os maiores hits de blues são composições de William James Dixon, nascido em uma pequena fazenda de Vicksburg, onde viveu e cresceu, junto com quatorze irmãos, trabalhando durante boa parte da infância. Aos onze anos já participava do grupo vocal The Union Jubilee Singers onde cantava por algumas moedas. Suas maiores influências foram sua mãe, uma poetisa religiosa, e o ambiente gospel em que vivia. Em 1929, com quinze anos, Willie Dixon mudou-se para Chicago, onde passou a ganhar a vida como boxeador, tendo conquistado em 1932 as ‘Luvas de Ouro’ na categoria ‘Peso Pesados Amadores’ no Estado de Illinois, tornando-se profissional no ano seguinte. É também durante esta época que aprendeu a tocar contrabaixo.

Em 1939, passou um ano na cadeia por se recusar a prestar o serviço militar. Em 1940, começou a gravar com grupos e bandas diversas, assinando no final da década com a gravadora Chess Records. Primeiro como cantor, depois como músico de estúdio, compositor, arranjador, produtor e por fim como caça-talentos. Suas famosas canções ‘Little Red Rooster’‘Hoochie Coochie Man’‘Evil’‘Spoonful’‘Back Door Man’‘I Just Wanna Make Love to You’‘I Ain’t Superstitious’‘My Babe’‘Wang Dang Doodle’ e ‘Bring It On Home’, foram gravadas por Muddy Waters, Howlin Wolf e Little Walter.

Com a saúde cada vez mais frágil, no final da década de 80, Willie Dixon acabou por ter sua perna amputada devido a problemas com diabetes e em 1992 faleceu enquanto dormia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s