Bob Geldof: "As pessoas no Reino Unido não dão a mínima para mim"

Padrão

Um dos maiores nomes da música britânica e da causa humanitária em todo mundo resolveu fazer duras críticas ao público britânico. Sir Bob Geldof, famoso por iniciativas de combate á fome da Africa nos anos 80 disse em entrevista á Rádio BBC 6 Music em Londres que as pessoas não tem muito interesse em sua música e, acabam lembrando somente dos trabalhos assistenciais os quais ele se dedica ha quase trinta anos.

Foto: Divulgação

Geldof lançou recentemente o álbum “How To Compose Popular Songs That Will Sell” mas acredita que os britânicos não deverão se interessar pelo seu trabalho:

“Eu adoraria que as pessoas pudessem ouvi-lo, mas eu não acho essas pessoas”, ironizou. Ele também insistiu na idéia de que no exterior isso não acontece: “Curiosamente, as pessoas compram meus discos, então, eu cheguei a tocar em grandes teatros de todoo mundo. Exceto no Reino Unido, onde eles não dão a mínima. Você poderia colocar um cartaz com o título “Esta noite, Bob Geldof” e aí as pessoas iriam ver e dizer: “Ok, bastante justo…”.

Bob Geldof fez parte do grupo “The Bootown Rats” nos anos 80 e ficou muito conhecido com a canção “I Don´t Like Mondays” e sua consagração veio através da criação do projeto “Band Aid” em 1984 com partipações de músicos consagrados como Bono, Sting, Phil Collins, Duran Duran, George Michael, Culture Club e Bananarama e, com eles, foi lançado o single “Do They Know It´s Christmas” para ajudar as vítmas da fome na Etiópia.

Em 13 de Julho de 1985 ele criou o festival “Live Aid” para que este auxílio aos países pobres da África fosse continuado. Esta data foi batizada como o “Dia Mundial do Rock”. Os concertos foram realizados na Inglaterra (Wembley Stadium), na Filadélphia (EUA) e, também, em Sydney (AUS), Moscou (RUS) e no Japão.

Foi uma grande inspiração para os maiores músicos americanos que com a direção do produtor Quincy Jones criaram o USA For Africa em 1985 e cantaram a lendária canção “We Are The World”, com os músicos reúnidos no estúdio da A&M Records nos EUA. A canção foi escrita por Michael Jackson (1958-2009) e Lionel Richie.

Geldof repetiu a dose em 2005 para chamar a atenção dos 8 países mais ricos do mundo: O Live8.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s